terça-feira, fevereiro 06, 2007

Saida...

Anseio pela saída, pela saída desta terra que tanto amo e quero, onde sofro. Sempre com uma rotina que eu contorno tentando quebrar o seu ritmo constante... aaaahh malditas rotinas, não vos suporto. Eu tenho vontade própria, caminho na direcção que quero, com o sentido que quero e para onde me apetece. Vou ter que te suportar por mais uns tempos, seja pouco ou muito não me vais fazer mudar de ideias (ai não não), cada vez mais vou lutar contra ti, os meus dias iram todos ter um início diferente, tentarei não repetir os caminhos por onde passo, se o fizer não serão calcadas as mesmas pedras.... e comer a mesma comida a um dia concreto da semana? Pois bem, podes dizer-lhe adeus também, frango todas as sextas na cantina, ou todas as quartas quando se lembravam só para te quebrar...pois bem diz-lhe "Adeus!!!", maldita rotina. E agora "O Canudo", para que é que eu te quero? Para dizer "olhem eu tenho um canudo, formei-me nisto ou naquilo"??? AAH merda também para ti, desampara-me a loja (ABAIXO OS CANUDOS) No final do curso uma coisa é garantida, pagamos cerca de 150€ (os nossos bons 30 contos) por um bocado de papel que supostamente nos daria emprego e afinal é bom para....(usem a vossa imaginação ;) ihih)

Tudo isto para chegar à brilhante conclusão que eu estou a tentar obter um "Canudo" que não me dá felicidade nenhuma, o que me dará felicidade é sim "Aquele sítio" (um dos meus post's)

Como disseste tu, melhor amiga, "reza para irmos embora daqui para bem longe"
Acredita que rezo, e acredita também que havemos de ir para bem longe ;)


Aqui está um bom sítio para o qual eu me poderia mudar :D

1 Comments:

Blogger Monique Mendes said...

Anseias tu e anseio eu, pela saída desta dor que me mata, deste mundo que me destrói, desta vida que não quero, deste lugar que não amo.

Quero encontrar a terra que me faça esquecer, renascer e sonhar.
Onde haja amor e respeito.

Beijos

2:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home