sexta-feira, novembro 17, 2006

Vagueio...

E pronto lá tou eu novamente, eu não é mais o meu espirito a vaguear :(
Ao mesmo tempo que conheci gente maravilhosa e fantástica, com os quais me tenho divertido muito este ano, lá me sinto eu perdido. Perdido, assim me sinto, por vezes até mesmo sem rumo não sabendo para onde me virar e caminhar...
A solidão abafa-me e puxa-me para baixo com tanta força, que faz com que eu ceda mais depressa a esse sentimento horrível, que me tem vindo a preencher, do que à companhia maravilhosa e boa disposição dos meus amigos e amigas que lutam por mim, tentando tirar-me daquele lugar para onde sou diariamente arrastado.
Perdido naquela escuridão sem medo do que me possa acontecer, pois o pior já tá, fecho-me e isolo-me de tudo, de tudo e de todos. Não Fazendo nenhum barulho para que não me encontrem, vou-me habituando ao silêncio, solidão e ao breu que me rodeiam... (assim me sinto à já algum tempo, ultimamente tem vindo a ser pior)
Depois, de tanto tempo passado questiono-me, "Quem sou eu para os preocupar com os meus problemas?", após tanto tempo habituado ao silêncio, pensando que me estou questionando mentalmente, a minha boca emite a tal questão em voz alta. Ouviram-me, deram comigo e ouço algo como "És um amigo, e os amigos ajudam-se. Um dia eu a ti, outro dia tu a mim!!!"...

Começo a avistar uma luz tão forte que atrofia os meus olhos, já aqui estava à tanto tempo que eles quase se fecharam fazendo com que o que eu via fossem memórias ou então o que eu mais desejo, andei aqui tanto tempo enganado... nada disto se estava a passar realmente. Memórias perdidas, desejos a realizar, ah como fui enganado!!! Agora sim ganho forças, sinto que estão perto, os olhos querem-se fechar mas eu não deixo, já sofri demais. Grito "Estou aqui!!", já me viram e a luz cega-me, depois de uma imagem toda branca sucede uma negra, esfrego os olhos... esfregos os olhos e acordo. Acordo do meu sono, e acordo para o mundo!!!

Obrigado pelo vosso apoio =)

1 Comments:

Blogger Monique Mendes said...

É tudo verdade o que dizes.
Só é pena que quando precisam verdadeiramente de nos nada possamos fazer e nos sintamos completamente inuteis. Pior é quando essas pessoas nao se querem deixar ajudar, entao aí sentimo-nos realmente uma merda (desculpando o termo).
E pronto, por aqui fico senão só sai asneira!

Beijinhos e obrigada por tudo!
Eu estarei sempre por perto para ajudar no que for preciso!

7:48 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home